Exame de capacidade pode passar a ser exigência para registro no sistema COFEN/CORENs

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4930/16, do deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), que condiciona a concessão do registro profissional de enfermagem à aprovação em exame de suficiência. O texto inclui a regra na Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da enfermagem.

Deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA)

Esse tipo de exame, já realizado por conselhos de classe de algumas profissões, testa a capacidade de realização das atribuições depois de o profissional estar formado. Pela proposta, o exame será realizado Continuar lendo Exame de capacidade pode passar a ser exigência para registro no sistema COFEN/CORENs

Anúncios

O perfil da enfermagem brasileira e a sua relação com a população

Recentemente li um relato/desabafo a respeito da situação da enfermagem brasileira e a violência à qual somos submetidos diária e silenciosamente. Após a leitura, me entristeci. Senti, então, a necessidade de compartilhar algumas informações pontos de vista com vocês, mesmo já tendo escrito sobre o panorama da enfermagem no Brasil em um post anterior.

Somos a maior classe de trabalhadores no país, com mais de 1,8 milhão de profissionais. Apenas no estado de São Paulo, somos Continuar lendo O perfil da enfermagem brasileira e a sua relação com a população

Quando podemos classificar a hipoglicemia como clinicamente significativa?

American Diabetes Association em conjunto com a European Association for the Study of Diabetes divulgaram suas atualizações para o manejo e tratamento da hipoglicemia. Segundo a nova diretriz hipoglicemia clinicamente significativa é considerada a partir de 54 mg/dL.

Segundo a nova diretriz, a gravidade da hipoglicemia pode ser estratificada em 3 níveis: Continuar lendo Quando podemos classificar a hipoglicemia como clinicamente significativa?

Guia resumido de redação científica

Precisando de uma ajudinha na difícil tarefa de terminar aquele artigo maroto que você não se cansa de postergar? Apresentamos aqui o guia definitivo (e resumido) escrito por Mark L. Savickas* para auxiliar na redação científica de artigos, monografias e demais trabalhos acadêmicos. Leitura obrigatória para pós-graduandos e interessados em geral. Continuar lendo Guia resumido de redação científica

Novas diretrizes para o tratamento de pneumonia hospitalar e PAV

Novas diretrizes que oferecem recomendações baseadas em evidências para a prevenção, diagnóstico e tratamento de pneumonia foram publicadas pela Infectious Diseases Society of America (IDSA) e American Thoracic Society na edição de julho do periódico Clinical Infectious Diseases. As últimas recomendações sobre pneumonia hospitalar e pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) foram publicadas em 2005 e, desde então, novos estudos trouxeram conhecimentos adicionais sobre o diagnóstico e tratamento dessas patologias. Além disso, nos 11 anos que se passaram desde a publicação dessas diretrizes, foram registrados vários avanços na metodologia de diretrizes baseadas em evidências.

Continuar lendo Novas diretrizes para o tratamento de pneumonia hospitalar e PAV

Quando iniciar diálise no paciente crítico?

 

A discussão de quando iniciar hemodiálise permeia as unidades de terapia intensiva diariamente. Diversos estudos realizados mostraram resultados conflitantes entre uma estratégia de início precoce ou tardio no contexto da injuria renal aguda, ou seja, no doente gravemente enfermo.

Diálise precoce comprovadamente diminui a circulação de mediadores inflamatórios, evita a sobrecarga volêmica e mantém o equilíbrio hidroeletrolítico e ácido-básico do organismo. Por outro lado, Continuar lendo Quando iniciar diálise no paciente crítico?

Dicas para uma boa anotação de enfermagem

É um plantão tóxico para você. Você tem toneladas de coisas para fazer, incluindo procedimentos de enfermagem a serem realizados em cada paciente e medicamentos para serem administrados. Você também tem que atualizar o estado dos pacientes para os médicos que fazem as visitas e documentar tudo o que você tem feito para cada paciente.
Você pensa consigo mesmo: “É realmente necessário fazer anotações de enfermagem?”

A resposta? Sim, realmente é! Além de executar ações terapêuticas de enfermagem, esta é uma das coisas mais importantes a fazer quando você é um membro da equipe de enfermagem, uma vez que pode salvar você e sua licença (o seu famoso e precioso COREN) quando surge um conflito. Quais são as principais dicas que você deve se lembrar ao realizar a sua anotação de enfermagem? Acompanhe conosco nesse post! Continuar lendo Dicas para uma boa anotação de enfermagem

Como realizar o cuidado oral para pacientes independentes, dependentes e inconscientes

Pacientes independentes
  • Pacientes que são capazes de permanecer de forma independente em uma posição Fowler ou semi-Fowler podem, em geral, realizar a sua própria higiene oral, desde que os suprimentos necessários estejam ao fácil alcance.
  • Para pacientes conscientes, sentar na margem da cama ou próximo à pia também é uma opção para a realização da higiene oral.
  • Enquanto o  paciente está realizando a higiene oral, é importante que você observe o processo e fornecer qualquer orientação necessária a respeito da escovação e uso do fio dental. Este é também um bom momento para discutir a importância da higiene oral e de uma boa saúde bucal com o paciente.
Pacientes dependentes

Ferramenta online ajuda usuários a padronizar trabalhos nas normas da ABNT – Galileu | Tecnologia

Escrever utilizando uma linguagem acadêmica pode ser complicado para quem não tem costume. Mas nada se compara com o trabalho que dá colocar todo o material produzido dentro das normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Os estudantes Yguaratã Cavalcanti, Paulo Silveira e Bruno Melo perceberam essa dificuldade quando fizeram pós-graduação em computação na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Recife. Continuar lendo Ferramenta online ajuda usuários a padronizar trabalhos nas normas da ABNT – Galileu | Tecnologia

Hipotermia após parada cardíaca

Resfriamento do corpo pode reduzir sequelas neurológicas e contribuir para a recuperação do paciente

Para os leigos, parece ficção científica. Para os médicos, no entanto, a hipotermia já é uma técnica antiga conhecida e utilizada com frequência há mais de 10 anos em unidades de terapia intensiva e prontos-socorros. Longe de ter o aparato tecnológico que mexe com a imaginação da população, o procedimento consiste apenas em reduzir a temperatura corporal de quem sofre uma parada cardíaca e não recobra a consciência, a fim de reduzir possíveis sequelas neurológicas.

Quando o coração para, consequentemente Continuar lendo Hipotermia após parada cardíaca

Anúncios

O conhecimento mais perto de você.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: